domingo, 28 de abril de 2013

Ser Submissa não é sinônimo de Lobotomia!



Como sempre ainda existem muitas meninas, que confundem submissão com "lobotomia feminina", ou seja, que quando uma mulher se torna submissa, deixa de ser independente, deixa de fazer suas escolhas, deixa de ser dona do seu próprio nariz, deixa de lado sua vida, ou seja, deixa e deixa e deixa.
...
Não amores...uma mulher submissa é muito mais mulher do que muitas por ai. Ela simplesmente tem tanto poder sobre si mesma, que tem o maior de todos, o livre arbítrio de escolher ser quem é, de escolher fazer o que quer, de escolher ser do homem que deseja, de soltar amarras impostas pela sociedade hipócrita, vivendo sua sexualidade como bem entende.

E quando ela faz isso, ela simplesmente se torna a maior das independentes, pois ELA ESCOLHE NÃO SE PERTENCER; ELA ESCOLHE VIVER SOB OS PÉS DO SEU DONO. DONO ESTE, QUE ELA ESCOLHE, QUE ELA ACEITA ENTRE MUITOS OUTROS.


ELA É DONA DE SUA VIDA, POIS SOMENTE CABE A ELA DECIDIR O MOMENTO EM QUE NÃO MAIS PERTENCERÁ AO DONO.


EU SOU INDEPENDENTE, FAÇO MINHAS ESCOLHAS, TENHO MEUS AMIGOS, TENHO MINHA FAMÍLIA, MINHA PROFISSÃO, MINHAS PÁGINAS E BLOG E, escolhi um Alguém para quem me entregar...E QUANDO O OBEDEÇO É PORQUE ESCOLHI OBEDECER PORQUE ISSO ME DÁ PRAZER.


ISSO É SUBMISSÃO.


Isso é ser submissa. isso é ser escrava e isso é viver BDSM.
Submissa não é sinônimo de mulher fraca, dependente, sem personalidade, sem inteligência ou sem qualquer futuro. 




A impressão que tenho é que as mulheres julgam as submissas como mulheres que não conseguiram ser "ninguem na vida", não conseguiram sucesso profissional, nem amoroso, nem qualquer outra coisa que seja "importante" na visão delas e de repente, resolve se tornar submissa, para que um homem qualquer venha a controlar a sua vida e cuidar de tudo "porque ela supostamente não soube cuidar de nada";


Acorde menina. Você precisa se olhar no espelho e descobrir quem é você antes de julgar alguém.


Lembrem-se de uma coisa....ninguem é amarrada à força, mas se deixa amarrar, um sádico procura uma masoquista e uma masoquista procura um sádico, portanto, a escrava de GOR, procura um Mestre de GOR, porque é ela quem decide o que quer viver, e é ela que decide o que lhe dá prazer, e se a liturgia de GOR é sua VIDA....ela é mais MULHER que muitas por ai que não tem coragem de viver o que DESEJA.
Érica




4 comentários:

  1. me emocionei a cada palavra sua, está de parabéns, conseguiu passar uma mensagem clara que poucos entendem com muita honestidade e simplicidade. "realmente adorei"

    ResponderExcluir
  2. E como homem submisso vc compartilha da mesma opinião?

    ResponderExcluir